COVID-19: Manaus fecha hospital de campanha após zerar o número de pacientes

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

24 de junho de 2020

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

"Nosso hospital de campanha municipal encerra hoje suas atividades, após a saída da última paciente. Foram 611 pacientes recuperados da COVID-19, em 71 dias de funcionamento. Salvamos vidas no hospital e vamos continuar salvando com a escola, por meio da educação e da cidadania": com esta mensagem, o prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, anunciou ontem à noite que o hospital de campanha construído emergencialmente para atender doentes infectados pelo novo coronavírus, chamado Sars-CoV-2, já tinha cumprido seu papel. O local voltará, agora, a ser um complexo de educação infantil.

Segundo a Secretaria da Saúde de Manaus (Semsa), a cidade tem atualmente um total de 25.710 casos confirmados de COVID. Hoje, 310 pessoas continuam internadas após o resultado dos testes ter dado "positivo", enquanto que outras 224 estão internadas por "suspeita", aguardando o resultado das testagens.

Já o estado do Amazonas reportou 1.342 novos casos ontem, em seu último boletim oficial, elevando o número de contaminações para 65.073.

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit