CCJ aprova relatório contrário à admissibilidade da denúncia contra Temer

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Agência Brasil

13 de julho de 2017

Logo após a rejeição do parecer pela aceitação da denúncia contra o presidente Michel Temer, a Comissão de Constituição de Justiça e Cidadania da Câmara aprovou o relatório que sugere o arquivamento do processo contra Temer. O parecer contra a aceitação da denúncia foi aceito por 41 votos a favor e 24 votos contra, além de uma abstenção. O texto é contrário a acusação de que Temer teria cometido o crime de corrupção passiva. A CCJ escolheu um novo relator, leu e votou o novo parecer contra a denúncia em pouco mais de uma hora. O novo parecer pela não admissibilidade da denúncia apresentada pela Procuradoria-Geral da República foi lido pelo deputado federal do PSDB, Paulo Abi-Ackel, que já tinha apresentado um voto em separado e foi designado como relator. Em seu voto, Paulo questionou a validade técnica das provas apresentadas pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot.

O deputado do PSDB, Silvio Torres disse, durante a sessão, que o teor do relatório apresentado por Paulo Abi-Ackel não reflete a opinião da maioria da bancada do PSDB.

Após a aprovação do parecer do texto contra a denúncia sobre Temer na CCJ, ele terá que ser votado no plenário da Câmara, o que ainda não há data para ocorrer. Para que a denúncia possa ter continuidade são necessários os votos favoráveis de 342 depuatdos. Caso contrário, a denúncia será arquivada.

Fontes

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati