Brasileiro tira México do sufoco contra o Irã

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Escalação inicial (verde: México; vermelho: Irã.

11 de junho de 2006

Foi bem disputada a partida entre México e Irã. O jogo permeneceu empatado em 1 a 1 até os 30 minutos do segundo tempo, quando prevaleceu a melhor experiência do time mexicano e a categoria do brasileiro naturalizado mexicano Zinha, que deu passe para um gol e marcou outro.

A seleção do Irã é modesta em relação a participações de Copa do Mundo. Os iranianos nunca conseguiram levar sua seleção além da segunda fase. Apesar disso, o Irã comportou-se bem durante a maior parte do jogo e trouxe um pouco de trabalho para o México.

O jogo

Aos 27 minutos do primeiro tempo, o México, através de Bravo, conseguiu tirar o zero do placar. Mas o Irã não se abateve e 10 minutos depois, aos 37, através de Golmohammadi empatou.

O resto do primeiro tempo foi equilibrado. As duas equipes procuravam o gol, embora sem muita criatividade.

O equilíbrio marcou grande parte do segundo tempo. Depois de alguns minutos, ficou aparente que a seleção iraniana estava satisfeita com o empate, embora esta não tenha abdicado por completo do ataque.

Mas, esse equilíbrio foi rompido aos 30 minutos do segundo tempo: numa falha do goleiro Mirzapour do Irã e de um dos zagueiros, o brasileiro Zinha aproveitou-se para roubar a bola e fazer um passe para Bravo marcar.

O gol abalou psicologicamente a seleção do Irã e tirou o México do sufoco. Aos 33 minutos Zinha apareceria novamente, agora para matar o jogo, ao fazer um belo gol de cabeça. O placar final ficou México 3 X Irã 1.


Desporto
Este artigo descreve um evento desportivo acompanhado ao vivo pelo colaborador. Eventos desportivos acompanhados pelos colaboradores não precisam de fontes especificadas.