Brasil poderá comprar títulos da dívida pública portuguesa

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Agência Brasil

10 de dezembro de 2010

O Brasil poderá comprar títulos da dívida pública portuguesa, disse há pouco o ministro das Finanças de Portugal, Fernando Teixeira dos Santos. Depois de se reunir com o ministro da Fazenda, Guido Mantega, o ministro português confirmou que o Brasil estuda ajudar o país europeu a superar os problemas na administração da dívida pública.

Depois do agravamento da crise econômica na Irlanda, que pediu ajuda à União Europeia e ao Fundo Monetário Internacional (FMI), Portugal vem enfrentando dificuldades para emitir títulos da dívida pública, lançando os papéis com juros mais altos que o da média dos países da zona do euro. Para Teixeira dos Santos, o Brasil representa um mercado estratégico para os títulos portugueses neste momento.

“Pretendemos fazer um esforço de diversificação desses mercados [de títulos] para fora da Europa. Com certeza que o Brasil, sendo uma economia estratégica, também representa um mercado que devemos explorar”, afirmou o ministro português. Ele afirmou ainda que o país busca investidores brasileiros privados, mas admitiu que o governo brasileiro pode comprar papéis de Portugal.

“Nas emissões de dívida pública portuguesa, podemos ter entidades brasileiras que adquiram títulos. Tanto entidades governamentais, como entidades empresariais e investidores de qualquer natureza que estejam interessados em aplicar no nosso país”, acrescentou. Segundo Teixeira dos Santos, ele e o ministro Mantega não discutiram valores.

De acordo com Teixeira dos Santos, os dois também discutiram as relações comerciais e os investimentos de empresas portuguesas no Brasil e de companhias brasileiras no país europeu. “Portugal tem interesse estratégico no aprofundamento das relações com o Brasil, no nível econômico, comercial e financeiro”, afirmou.


Fontes

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via Google+ Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati