Brasil não reconhecerá resultado de eleições presidenciais em Honduras, diz Amorim

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Agência Brasil

27 de novembro de 2009

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

O ministro das Relações Exteriores do Brasil, Celso Amorim, reafirmou que o Brasil não reconhecerá o resultado das eleições presidenciais em Honduras, marcadas para o próximo domingo (29).

O governo brasileiro defende o retorno do presidente deposto, Manuel Zelaya, abrigado na Embaixada do Brasil em Tegucigalpa há mais de dois meses.

“O golpe de Estado não pode ser legitimado como forma de mudança política. Essa é a nossa visão”, afirmou o ministro, ao participar da Cúpula de Países Amazônicos, em Manaus.

Mais cedo, o porta-voz da Presidência da República, Marcelo Baumbach, já havia reforçado a posição brasileira de não aceitar o novo governo que sairá das urnas em Honduras.

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit