Brasil manda de volta para o Reino Unido lixo em contêineres

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Agência Brasil

3 de agosto de 2009

Um navio com 40 contêineres de lixo enviados ilegalmente ao Brasil pelo Reino Unido deixou hoje (3) o Porto de Rio Grande, no Rio Grande do Sul, por volta de 11h45.

O embarque do lixo no navio MSC Oriane começou a ser feito no sábado (1°). Por causa do mau tempo, com ventos de mais de 70 quilômetros por hora, a saída da embarcação foi adiada de domingo (2) para hoje.

Segundo informações do porto, o navio fará escala em Santos (SP) para recolher mais 41 contêineres de lixo, antes de seguir para Felixstow, no Reino Unido. A previsão é que o descarregamento da carga no porto britânico ocorra até o próximo dia 21.

Uma outra remessa de lixo, ainda sem previsão de data, terá que ser feita para despachar o conteúdo de oito contêineres, que foram abertos e esvaziados no porto de Caxias do Sul, também no Rio Grande do Sul.

No total, o Brasil recebeu mais de mil toneladas de lixo enviadas ilegalmente do Reino Unido. A empresa importadora havia informado que a carga era de polímeros de etileno e resíduos plásticos.

Mas a Receita Federal e o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) encontraram (após uma denúncia anônima) fraldas usadas, pilhas, seringas utilizadas, lixo doméstico, preservativos, entre outros produtos.

Os importadores foram multados pelo Ibama e os responsáveis pela exportação estão sendo investigados pelas autoridades ambientais britânicas.

Fonte

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati