Brasil gera 260.353 empregos formais em janeiro

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

17 de março de 2021

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

Governo do Brasil

Brasil gerou 260.353 postos de trabalho formais no primeiro mês do ano de acordo com o Novo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Novo Caged). O saldo foi resultado de 1.527.083 admissões e 1.266.730 desligamentos. O resultado é o melhor para o mês desde o início da série histórica em 1992.

O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou que tudo indica a retomada da economia brasileira. “Há sinais, seja no índice de atividade do Banco Central, seja na criação de empregos do Caged, seja na arrecadação da Receita Federal, há sinais por toda parte que a economia brasileira está de novo decolando.”

Guedes destacou ainda a importância da criação do Programa Emergencial de Preservação da Renda e do Emprego (BEm) no ano passado, que permitiu a preservação de 11 milhões de empregos com mais de 20 milhões de contratos assinados.

BEm

O programa foi criado em abril para preservar empregos que ficaram ameaçados pelo impacto do novo coronavírus na economia. Para isso, autoriza empresas, quando houver acordo entre empregador e empregado, a reduzirem proporcionalmente a jornada de trabalho e salário ou suspenderem temporariamente o contrato de trabalho.

De acordo com o ministro, o Governo estuda a renovação do programa. “Vamos renovar o BEm exatamente para garantir a manutenção de empregos. Estamos estudando um seguro-emprego que é, ao invés de esperar alguém ser demitido e pagar 1.100 reais após a pessoa ser demitida e ter uma garantia de cinco meses, nós queremos a garantia de 11 meses e onde nós pagamos 500 reais para pessoa continuar empregada ao invés de pagar para a pessoa ter sido demitida”, explicou Guedes.

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit