Brasil: polícia faz buscas em gabinete e imóveis de José Serra

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

21 de julho de 2020

Nesta terça-feira (21), a polícia federal fez buscas no gabinete e imóveis de José Serra, filiado ao PSDB. A Operação Paralelo 23, um desmembramento da Operação Lava Jato, investiga suposto uso de caixa dois durante a campanha do senador em 2014.

Em nota, Serra disse que “causa estranheza e indignação a ação deflagrada. Em meio à pandemia da COVID-19, em uma ação completamente desarrazoada, a operação realizou busca e apreensão com base em fatos antigos e prescritos e após denúncia já feita, o que comprova falta de urgência e de lastro probatório da acusação”.

Segundo a Promotoria, os pagamentos foram “efetuados supostamente a mando de acionista controlador de importante grupo empresarial do ramo da comercialização de planos de saúde. Apurou-se ainda a existência de outros pagamentos, em quantias também elevadas e efetuados por grandes empresas, uma delas do setor de nutrição e outra do ramo da construção civil”.

A justiça acredita que as ações movimentaram R$ 5 milhões. Hoje, quatro pessoas supostamente envolvidas foram presas temporariamente e quinze mandatos de busca e apreensão foram expedidos.

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Compartilhar via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Reddit.com