Brasil: Obra do Metrô de São Paulo desaba e abre cratera na Marginal Tietê

Fonte: Wikinotícias

1 de fevereiro de 2022

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

Na manhã desta terça-feira (1º), uma cratera surgiu na Marginal Tietê após o asfalto ceder, próximo às obras da linha 6-Laranja do metrô da Marginal Tietê, na Freguesia do Ó, Zona Norte de São Paulo. Não havendo feridos, dois funcionários que foram expostos a jatos de água do acidente foram socorridos pelos bombeiros.

O desabamento ocorreu por volta das 9h (Horário de Brasília UTC-3), antes da Ponte do Piqueri, em direção a Ayrton Senna, próximo a um poço escavado entre as futuras estações Santa Marina e Freguesia do Ó. Ao longo da manhã, o buraco ficou cada vez maior.

A linha 6 está sendo construída em parceria público-privada entre o governo do estado (sob a direção de João Doria (PSDB) e desde 1995, por governadores do PSDB) e o grupo espanhol Acciona, responsável pela engenharia. Buscando, a empresa ainda não respondeu.

Rodovias expressas ao redor do local do acidente foram bloqueadas, assim como a própria orla afetada. A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) está pedindo aos motoristas que evitem a Marginal Tietê e estradas da região.

O trânsito foi desviado para Castelo Branco e os motoristas enfrentaram uma fila de 3 km, entre 16 e 13 km. No entanto, todas as linhas de metrô continuam operando normalmente.

O Corpo de Bombeiros informou em comunicado que as escavações realizadas pelo "tatuzão" vão atingir rios ou adutoras, inundando o túnel. Segundo a empresa, ninguém ficou ferido e todos os trabalhadores conseguiram deixar o local.

Fontes