Brasil: Ministro da Educação diz que diploma de universidade não adianta porque não tem emprego

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

22 de agosto de 2021

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

O ministro da Educação, Milton Ribeiro, questionou alunos que usam financiamento para fazer faculdade e depois se endividam “porque não têm emprego”. A palestra foi realizada nesse sábado (21) no evento em Nova Odessa (SP).

Ele participou de reuniões com representantes de municípios da área.

Que adianta você ter um diploma na parede, o menino faz inclusive o financiamento do FIES que é um instrumento útil, mas depois ele sai, termina o curso, mas fica endividado e não consegue pagar porque não tem emprego

— disse o ministro defendendo a educação profissional.

Recentemente, o ministro afirmou que “as universidades deveriam atender a um pequeno número de pessoas”. Ele argumentou que a verdadeira "estrela" (protagonista) do futuro é um órgão federal capaz de formar pessoal técnico.

Ribeiro recentemente causou outra polêmica, dizendo que algumas crianças com deficiência são "impossíveis de viver juntas". Então o ministro se desculpou.

Fora do evento, um grupo de manifestantes da Ubes (União Brasileira dos Estudantes Secundaristas) se reuniu para protestar contra o Ministro da Educação. Um dos cartazes dizia: "Ministro, por que você odeia alunos?"

Os manifestantes exigiram mais oportunidades de ensino superior. No entanto, eles foram reprimidos pela Polícia Militar. Os próprios alunos postaram vídeos de ações policiais brutais nas redes sociais.

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit