Brasil: Governo reduz testagem para COVID-19 em Minas e diz que só terá insumos em janeiro

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

23 de dezembro de 2020

Belo Horizonte — Embora o número de casos de coronavírus em Minas Gerais tenha aumentado, o governo estadual informou que está trabalhando muito para adquirir insumos para os testes de RT-PCR. A previsão é que o material chegue apenas no final de janeiro. Portanto, o Ministério da Saúde do Conselho de Estado decidiu reduzir o número de pessoas submetidas a inspeções.

No dia 6 de outubro, o governo de Minas Gerais estendeu o escopo dos testes moleculares a todas as pessoas com coronavírus.

Porém, nesta terça-feira (22), o governo divulgou nota técnica sobre o assunto na prefeitura, definindo que o teste RT-PCR passou a ser aplicado apenas a pacientes com suspeita de morte por Covid-19, síndrome respiratória aguda grave, saúde e segurança pública Profissionais, idosos e pessoas em risco de doenças.

Julvan Lacerda, presidente da Associação Municipal de Minas Gerais, disse que por falta de notificação e quase nenhum teste molecular, a prefeitura não poderá determinar medidas de prevenção do coronavírus.

Fonte

Compartilhe
essa notícia:
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit