Brasil: Governo Federal antecipa calendário de saques da primeira parcela do Auxílio Emergencial 2021

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

17 de abril de 2021

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

O Governo Federal antecipou o calendário de saques e depósitos nas contas sociais da primeira parcela do Auxílio Emergencial 2021. A decisão vale para o grupo de trabalhadores que se inscreveu por meios digitais e os que integram o Cadastro Único. Para oficializar a medida, o governo do presidente Jair Bolsonaro publicou nesta sexta-feira (16.04) a Portaria nº 627, que abrevia em até 18 dias, em alguns casos, o prazo para que famílias tenham acesso aos recursos voltados para combater os efeitos econômicos da pandemia do novo coronavírus.

Antes, o cronograma indicava que os saques para os nascidos em janeiro seria em 4 de maio. Agora, esse público terá acesso aos recursos a partir de 30 de abril. A mudança mais significativa é para os aniversariantes dos últimos dois meses do ano. Pelo calendário que vigorava até então, os nascidos em novembro poderiam realizar os saques em 1º de junho. Agora, eles poderão retirar o dinheiro em 14 de maio. Quem faz aniversário em dezembro teve a data antecipada de 4 de junho para 17 de maio (confira abaixo mudanças no calendário e o calendário completo atualizado).

Os aniversariantes de novembro e dezembro também tiveram adiantados os dias de recebimento da primeira parcela do Auxílio Emergencial 2021 na poupança digital da Caixa. Neste caso, o recurso é usado para pagamentos de contas e boletos, além de compras no cartão de débito virtual e via QR Code. Quem nasceu em novembro receberia o depósito em 29 de abril. Agora, esse público terá o dinheiro na conta um dia antes, no dia 28. Os nascidos em dezembro, que teriam a transferência realizada no dia 30, receberão no dia 29.

“O Governo Federal constatou que a agilidade da operação dos pagamentos, iniciada na semana passada, permitiria a antecipação de alguns prazos. Com isso, o período de saques começa já no mês de abril. É uma ótima notícia para os beneficiários do Auxílio Emergencial”, afirmou o ministro da Cidadania, João Roma.

Até agora, já foram contemplados com a primeira parcela do Auxílio Emergencial 2021 os nascidos em janeiro, fevereiro, março, abril e maio, num total de 11,88 milhões de famílias a partir de um repasse de R$ 2,46 bilhões. O próximo grupo a ser contemplado é o de nascidos em junho, no domingo (18.04). Serão mais 2,43 milhões de beneficiados com transferências de recursos federais que somam R$ 502 milhões.

Na nova versão, o calendário de repasses da primeira parcela segue até 29 de abril. O modelo de escalonamento das transferências, adotado no ano passado, segue com o objetivo de evitar filas e aglomerações nas agências da Caixa e nas lotéricas. A estimativa é de que as quatro parcelas do Auxílio Emergencial 2021 cheguem a um total de 40 milhões de famílias, a partir do orçamento de R$ 44 bilhões aprovado pelo Congresso Nacional.

Para os beneficiários do Programa Bolsa Família nada muda. Eles recebem os repasses seguindo o calendário habitual do PBF, que em abril tem início nesta sexta-feira (16.04). Mais de dez milhões de integrantes do programa terão direito ao Auxílio Emergencial 2021 neste mês, sendo que mais de cinco milhões receberão o valor máximo de R$ 375, voltado para mulheres que sustentam sozinhas suas famílias. Ao todo, serão 14,6 milhões de contemplados do Bolsa Família em abril, o maior número de beneficiários já registrado na história do programa.

Serviço ao cidadão

O endereço eletrônico www.cidadania.gov.br/auxilio remete ao serviço de atendimento via Facebook do Ministério da Cidadania. Por meio da hashtag #IssoÉCidadania é possível conferir nas redes sociais do ministério todas as informações atualizadas sobre o Auxílio Emergencial 2021.

Desde 2 de abril, os trabalhadores que se inscreveram pelos meios digitais da Caixa e os integrantes do Cadastro Único do Governo Federal podem conferir se têm direito a receber o benefício pelo site www.cidadania.gov.br/auxilio. Até as 17h30 desta quinta-feira (15.04), o Portal de Consultas da Dataprev registrou mais de 80 milhões de acessos.

O Ministério da Cidadania oferece, ainda, atendimento telefônico pelo número 121 e pela Ouvidoria por meio de formulário eletrônico. Outra opção é enviar uma carta para o endereço: SMAS - Setor de Múltiplas Atividades Sul Trecho 03, lote 01, Edifício The Union, térreo, sala 32, CEP: 70610-051 - Brasília/DF.

Fonte

Compartilhe
essa notícia:
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit