Bombardeio em Kharkiv no 6º dia da invasão russa da Ucrânia

Fonte: Wikinotícias

1 de março de 2022

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

A segunda maior cidade da Ucrânia enfrentou um aumento de bombardeios russos na terça-feira, enquanto uma coluna de forças russas se estendia ao longo de uma estrada ao norte da capital ucraniana, Kiev, no sexto dia da invasão russa de seu vizinho.

O Ministério das Relações Exteriores da Ucrânia compartilhou um vídeo de um ataque ao prédio da Administração Estatal Regional de Kharkiv, no centro da cidade, que deixou uma enorme bola de fogo e fumaça.

“O ataque contra Kharkiv é um crime de guerra”, disse o presidente ucraniano Volodymyr Zelenskyy em um comunicado em vídeo. "Isso é terrorismo de Estado por parte da Rússia."

Um funcionário dos serviços de emergência disse que o ataque matou pelo menos seis pessoas e feriu outras 20.

O chefe de política externa da UE, Josep Borrell, disse na terça-feira que o bombardeio russo de infraestrutura civil que ocorreu na segunda-feira em Kharkiv “viola as leis da guerra”.

O porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, rejeitou as alegações de crimes de guerra e disse a repórteres que “as tropas russas não realizam nenhum ataque contra infraestrutura civil e áreas residenciais”.

A Ucrânia também informou na terça-feira que tropas da Bielorrússia entraram na região de Chernihiv, na Ucrânia, para auxiliar a Rússia.

Fontes