Bin Laden planejava novos atentados nos Estados Unidos

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Ir para: navegação, pesquisa

6 de maio de 2011

Brasil


Documentos encontrados na mansão onde foi morto o líder e fundador da rede Al Qaeda, Osama Bin Laden, indicam que ele planejava novos atentados nos Estados Unidos, incluindo a data de aniversário dos atentados de 11 de setembro de 2001. Há informações de que um dos planos, encontrados em notas escritas à mão na casa de Abbottabad, no Paquistão, planejava descarrilar um trem para cair em uma ponte ou desfiladeiro.

"Está claro que houve certo nível de planejamento para esse tipo de operação em fevereiro de 2010, mas não temos informação recente indicando planos em andamento de alvejar o sistema de transporte nem sobre possíveis locais ou alvos específicos", informa um boletim conjunto do FBI, o escritório de investigação norte-americano, e do Departamento de Segurança Interna.

Um oficial norte-americano disse que os planos indicam que Bin Laden não era somente uma figura simbólica da rede extremista, como avalia a maioria dos analistas, mas estava diretamente envolvido em ações em planejamento pela rede. Autoridades examinam os documentos, computadores e DVDs apreendidos no local onde Bin Laden foi encontrado.

Investigadores afirmaram, entretanto, que não encontraram especificações sobre datas ou locais de ataques. Um agente do serviço de inteligência dos EUA disse que as notas escritas à mão indicam que a Al Qaeda organizava ataques em grandes cidades em datas significativas, como aniversários e feriados.


Fontes[editar]