Biden diz que continuará construção de muro na fronteira com México

Fonte: Wikinotícias
Trecho do muro

7 de outubro de 2023

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, disse na quinta-feira que adicionará seções a um muro para reduzir o número de travessias de migrantes na fronteira entre os EUA e o México, dando continuidade a uma política assinada pelo ex-presidente Donald Trump, antecessor de Biden e favorito na corrida republicana para 2024.

Anteriormente, Biden criticou fortemente a construção do muro, agora membros do seu próprio partido, os democratas, e também da oposição questionaram sua ação contraditória.

Recentemente, o prefeito de Nova York, Eric Adams, visitou o México e o Equador devido ao elevado número de imigrantes, a maioria sul-americanos, que cruzam a fronteira. “Nossos corações são infinitos, mas nossos recursos não”, disse Adams em entrevista coletiva em Puebla, centro do México.

Esta viagem incomum sublinha as críticas que ele e outros líderes democratas de cidades e estados têm feito às políticas de imigração do presidente Biden.

Os republicanos criticaram duramente as políticas fronteiriças de Biden. O governador do Texas, Greg Abbott, tem transportado milhares de migrantes para o norte, para Nova York, Chicago e outras cidades controladas pelos democratas.

Adams alega que as causas da migração são a falta de emprego, a pobreza e a falta de atenção dos governos aos setores com maiores necessidades.

Fontes