Saltar para o conteúdo

Biden diz a Netanyahu que ajuda a Israel pode estar condicionada a medidas para proteger civis

Fonte: Wikinotícias
Joe Biden

5 de abril de 2024

Email Facebook X WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

A Administração Biden advertiu ao primeiro-ministro de Israel que a ajuda dos Estados Unidos pode estar condicionada às a medidas concretas que Televive irá tomar para garantir a segurança dos trabalhadores humanitários e dos civis palestinianos em Gaza.

Em comunicado, a Casa Branca disse que, na na conversa telefónica com Benjamin Netanyahu nesta quinta-feira, 4, o Presidente Joe Biden “deixou clara a necessidade de Israel anunciar e implementar uma série de medidas específicas, concretas e mensuráveis para lidar com os danos civis, o sofrimento humanitário e a segurança dos trabalhadores humanitários”.

Biden “deixou claro que a política dos EUA em relação a Gaza será determinada pela nossa avaliação da ação imediata de Israel nestas medidas”, acrescentou a nota, no que represente uma mudança brusca no tom de Biden e, pelo que parece ser a primeira vez, um conjunto de condições para o apoio contínuo dos EUA.

No encontro com os jornalistas na Casa Branca após a conversa entre Biden e Netanyahu, o porta-voz do Conselho Nacional de Segurança, John Kirby, recusou-se a explicar que mudanças específicas Washington pode tomar na sua política em relação a Israel e Gaza.

Ele disse que Washington espera ver um anúncio das medidas israelenses nas “próximas horas e dias”.

Entretanto, ele reafirmou que o apoio dos Estados Unidos à defesa de Israel permanece “inflexível”.

Fonte[editar | editar código-fonte]