Biden atinge meta de vacinar 100 milhões de estadunidenses

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

20 de março de 2021

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

Nos Estados Unidos, as autoridades de saúde anunciaram que o país atingiu a meta do Presidente Joe Biden de dar aos americanos 100 milhões de doses de vacinas contra o coronavírus, mais de um mês antes da data prevista para o seu 100º dia de mandato.

Além disso, os Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) dos EUA anunciaram novas directrizes de distância em escolas na sexta-feira, dizendo que um metro de distância para alunos com máscara é adequado em vez da distância de 2 metros recomendada anteriormente.

"Essas recomendações actualizadas fornecem um roteiro baseado em evidências para ajudar as escolas a reabrir com segurança e permanecer abertas para ensino presencial", disse a directora do CDC, Rochelle Walensky, em comunicado.

Biden visitou a sede do CDC na sexta-feira em Atlanta, Geórgia, onde elogiou os trabalhadores pelos seus esforços para combater a pandemia.

No estado da Flórida, no sul dos EUA, partes de um resort de propriedade do ex-Presidente dos EUA Donald Trump foram fechadas depois que vários funcionários contraíram o coronavírus.

Um e-mail enviado aos membros do clube Mar-a-Lago disse que os serviços foram temporariamente suspensos na sala de jantar e no clube de praia do resort, enquanto "todas as medidas de resposta apropriadas" estão a ser implementadas para higienizar o espaço.

Trump teve uma luta com a COVID-19 no ano passado e desde então foi inoculado com uma vacina COVID.

O Centro de Recursos do Coronavírus Johns Hopkins afirma que há 122,3 milhões de infecções globais por COVID-19. Os três principais países com mais casos são os EUA com 29,7 milhões de infecções, o Brasil com 11,8 milhões e a Índia com 11,5 milhões.

Fontes[editar]

Compartilhe
essa notícia:
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit