Biden alerta que não vacinados estão colocando as comunidades em risco

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

7 de julho de 2021

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

Agência VOA

O presidente dos Estados Unidos Joe Biden alertou na terça-feira que "milhões de americanos ainda não foram vacinados e estão desprotegidos e, por causa disso, suas comunidades estão em risco".

Em seu último apelo à transmissão para que as pessoas se vacinem contra o COVID-19, o presidente disse que a variante delta do vírus, mais transmissível e potencialmente mais perigosa, já é responsável por metade dos casos em muitas partes do país.

Os estados de Kansas e Missouri, em particular, estão relatando picos percentuais de dois dígitos em infecções devido à variante delta.

Para responder a novos surtos previstos entre os não vacinados, Biden disse que o governo federal está mobilizando equipes de resposta a surtos COVID-19, formadas por especialistas da Agência Federal de Gerenciamento de Emergências, os Centros dos EUA para Controle e Prevenção de Doenças e outras agências.

Essas equipes ajudarão os estados com "problemas específicos [para] prevenir, detectar e responder à propagação da variante delta entre as pessoas não vacinadas em comunidades com baixas taxas de vacinação", disse Biden em um discurso no Auditório Sul da Casa Branca.

"Não podemos ficar complacentes agora", advertiu o presidente.

Céticos da vacina

Pouco antes de Biden falar, o líder dos republicanos da oposição no Senado dos EUA, Mitch McConnell, disse em Kentucky, onde apenas cerca de 43% dos residentes estão totalmente vacinados, "não há um bom motivo para não ser vacinado".

Direcionando seus comentários para os céticos da vacina, McConnell disse que, embora as vacinas não garantam que ninguém será infectado por COVID-19, "quase garante que você não morrerá se o contrair."


Fonte

Compartilhe
essa notícia:
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit