Bebidas energéticas atacam esmaltes dos dentes

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Amalgam filling.JPG

22 de março de 2005

As bebidas energéticas, suplementos desportivos e as limonadas engarrafadas fazem publicidade que as associa com uma vida sã. Contudo, um estudo clínico publicado na revista da Academia Geral de Odontologia (Academy of Geral Dentistry ou AGD em inglês) em janeiro de 2005 conclui que a exposição dos dentes a estas bebidas durante longos períodos de tempo produz mais dano do que a exposição a gasosas tradicionais em condições similares.

A proporção de danos das bebidas gasosas é entre três e onze vezes menor do que o produzido por suas alternativas até agora consideradas mais saudáveis.

Existem duas formas de minimizar os danos: a primeira é bebê-las completas em lugar de fazê-lo em poucas quantidades durante um longo período. A outra é aplicar limpeza bucal imediatamente depois de consumi-las. O estudo não minimiza o dano produzido pelas bebidas gasosas ao esmalte dental, simplesmente o põe em escala frente a um dano maior.


Fontes