Barragem de Laúca começa a funcionar sexta-feira para todo o país

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Agência VOA

3 de agosto de 2017

José Eduardo dos Santos deverá presidir a cerimônia de inauguração

A primeira turbina da Barragem Hidroelétrica de Laúca começa sexta-feira a gerar 334 megawatts de eletricidade para comercialização, terminados os testes de sincronização realizados durante o mês de julho.

A hidroelétrica de Laúca está enquadrada no Plano Nacional de Desenvolvimento (2012-2017), que deverá injetar no sistema nacional 2.070 megawatts, onde 2.004 megawatts serão da central e 65 MW da central ecológica.

Cerca de 4,5 milhões de dólares americanos é o montante já investido na obra civil e hidroelétrica.

A movimentação em curso nas províncias de Malanje e Kwanza Norte a volta da inauguração daquele empreendimento indica que o chefe de Estado José Eduardo dos Santos será o responsável de elevado grau na cerimônia, embora não haja até ao momento qualquer confirmação oficial.

O aproveitamento está no território do município de Cacuso, província de Malanje, onde o administrador municipal, Caetano da Rita Tinta antevê as vantagens para a região que beneficia já da energia elétrica de Capanda.

“Vamos ter a capacidade de expandir energia para aquelas comunas que ainda não têm, para aqueles bairros que têm energia fraca, é um processo que vai trazer grandes benefícios para o país”, disse, acrescentando “que nos vai possibilitar aumentar o nosso parque industrial”.

“Laúca é um bem que veio servir Angola e os angolanos, todos nós devemos nos orgulhar”, acreditou.

A energia gerada em Laúca, chegará à província do Huambo, a partir da subestação de 400, 200 e 60 KV, passando pelo Waco Kungo, província do Kwanza Sul e por Benguela. O ramal do Huambo vai permitir o transporte do produto para a cidade do Lubango (Huíla) e depois a localidade de Xamutete naquela província.

A barragem de Capanda fornece energia elétrica a partes dos municípios de Malanje e Cacuso, onde está implantada.

Fonte

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati