Barragem da Vale se rompe em Minas Gerais

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


25 de janeiro de 2019

Brumadinho —

Depósito de rejeitos da mina Feijão, em Brumadinho, se rompeu e lama invadiu e destruiu casas na Grande BH

No início da tarde desta sexta-feira, dia 25 de janeiro, uma barragem da mineradora Vale se rompeu, liberando rejeitos de mineração na zona rural de Brumadinho, região metropolitana de Belo Horizonte. Segundo o corpo de bombeiros e a defesa civil, várias casas foram atingidas na cidade, juntamente com um escritório da Vale. Até o momento, já foram confirmadas 110 mortes, e os poucos sobreviventes estão sendo tratados em hospitais da região. Prefeituras da região emitiram alertas aos moradores para se manterem longe do Rio Paraoapeba, aonde a lama já chegou e ameaça a bacia do rio São Francisco. Há também a possibilidade de outra barragem da mineradora se romper. Além disso, a justiça mineira bloqueou mais de 11 bilhões de reais da Vale, que ainda foi multada em mais de 200 milhões pelo IBAMA.

Ações emergenciais

A Defesa Civil de Minas Gerais disponibilizou dois helicópteros que sobrevoam a região do acidente. A rodovia estadual MG-040 também foi atingida pela lama e foi interditada pela Polícia Rodoviária Estadual. O governo de israel disponibilizou ajuda para resgatar os desaparecidos. Os feridos estão sendo direcionados para o Hospital de Pronto-Socorro João XXIII, que montou estrutura para receber possíveis feridos. O governador Romeu Zema se pronunciou após o recebimento de informações detalhadas do acidente. Segundo o corpo de bombeiros centenas de pessoas ainda estão desaparecidas.

Fontes

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via Google+ Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati