Barragem da Vale se rompe em Minas Gerais

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


25 de janeiro de 2019

Brumadinho —

Depósito de rejeitos da mina Feijão, em Brumadinho, se rompeu e lama invadiu e destruiu casas na Grande BH

No início da tarde desta sexta-feira, dia 25 de janeiro, uma barragem da mineradora Vale se rompeu, liberando rejeitos de mineração na zona rural de Brumadinho, região metropolitana de Belo Horizonte. Segundo o corpo de bombeiros e a defesa civil, várias casas foram atingidas na cidade, juntamente com um escritório da Vale. Até o momento, já foram confirmadas 110 mortes, e os poucos sobreviventes estão sendo tratados em hospitais da região. Prefeituras da região emitiram alertas aos moradores para se manterem longe do Rio Paraoapeba, aonde a lama já chegou e ameaça a bacia do rio São Francisco. Há também a possibilidade de outra barragem da mineradora se romper. Além disso, a justiça mineira bloqueou mais de 11 bilhões de reais da Vale, que ainda foi multada em mais de 200 milhões pelo IBAMA.

Ações emergenciais

A Defesa Civil de Minas Gerais disponibilizou dois helicópteros que sobrevoam a região do acidente. A rodovia estadual MG-040 também foi atingida pela lama e foi interditada pela Polícia Rodoviária Estadual. O governo de israel disponibilizou ajuda para resgatar os desaparecidos. Os feridos estão sendo direcionados para o Hospital de Pronto-Socorro João XXIII, que montou estrutura para receber possíveis feridos. O governador Romeu Zema se pronunciou após o recebimento de informações detalhadas do acidente. Segundo o corpo de bombeiros centenas de pessoas ainda estão desaparecidas.

Fontes

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati