Ban Ki-Moon pede na ONU solidariedade da União Europeia com refugiados

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Bandeira da Organização das Nações Unidas
Outras notícias sobre a Organização das Nações Unidas
Localização da Organização das Nações Unidas
Estados membros das Nações Unidas
Ban Ki-moon em 29 de abril de 2015.
Imagem: ITU Pictures.

Agência Brasil

27 de setembro de 2015

O secretário-geral das Nações Unidas (ONU), Ban Ki-Moon, pediu hoje (27) à União Europeia (UE) que use de "compaixão e solidariedade" para com os refugiados que chegam a Europa. O pedido do secretário-geral foi feito durante a Cúpula de Desenvolvimento Sustentável na sede da ONU, em Nova York.

Em comunicado, ele pediu ao presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, ao primeiro vice-presidente da Comissão Europeia, Franz Timmermans, e a alta representante da Política Externa da UE, Federica Mogherini, que trabalhem junto aos países que formam a UE para que a Europa possa dar uma resposta "apropriada" aos desafios associados ao crescente movimento de refugiados para a Europa.

Ban Ki-Moon elogiou os esforços já realizados pela UE em relação à crise e manifestou "gratidão" pela "generosidade" surgida com os recentes novos apoios anunciados por Bruxelas para os refugiados sírios.

Hoje na ONU, Ban Ki-moon reuniu-se com Donald Tusk, com Frans Timmermans e Federica Mogherini. Na reunião foram discutidos, além da questão de migração e de acolhida aos refugiados, assuntos relacionados com a situação da Ucrânia e o Acordo de Minsk (assinado em setembro de 2014 por representantes da Ucrânia, Rússia, República Popular de Donetsk e República Popular de Lugansk) para acabar com a guerra no leste da Ucrânia), que deve ser cumprido até ao fim do ano, e a agenda 2030 para o desenvolvimento sustentável do planeta.

Fonte

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via Google+ Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati