BMW está na lista negra do Google por manipular as buscas

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

6 de fevereiro de 2006

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

O site de buscas Google colocou a montadora alemã BMW em sua lista negra por ter desobedecido seu código de conduta. O Google afirma que a empresa manipulava os resultados de buscas para garantir que ficaria no topo das buscas por "carros usados".

O buscador confirmou ter reduzido o ranking da página da BMW na internet (www.bmw.de) para zero, impedindo que esta apareça entre as primeiras, quando se faz uma busca.

Doorway pages

A prática da BMW consiste em criar 40 mil páginas com muito texto, cheias de palavras-chave, que são lidas pelos robôs do Google e aumentam o ranking do site da BMW.

Quando um usuário clicava no link que aparecia no Google, era redirecionado para o site normal da BMW, que possui muito menos palavras-chave do que as páginas mostradas no Google.

A prática foi revelada no blog do programador de software do Google, Matt Cutts.

Google

O Google afirmou que não vai tolerar tentativas de manipular as buscas.

"A qualidade do nosso índice e dos resultados das buscas é de máxima importância para o Google", afirmou a empresa em um comunicado.

BMW

Um porta-voz da BMW admitiu ter usado uma prática conhecida como "doorway pages" (portas de entrada) para aumentar seu ranking nas buscas, proibido pelo Google, mas negou qualquer tentativa de enganar os usuários.

"O conteúdo nos resultados da busca e no website final não eram diferentes", disse Markus Sagemann, porta-voz da BMW.

"Mas se o Google afirma que todas as 'doorway pages' eram ilegais, temos que levar a afirmação em consideração", ressaltou.

Fontes