Aumenta número de deslocados em Cabo Delgado

Fonte: Wikinotícias

28 de março de 2022

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

A Organização Internacional das Migrações (OIM) revela que o número de deslocados devido à guerra na província moçambicana de Cabo Delgado ascendeu a 784 mil pessoas, com um aumento de 49.100 entre Novembro de 2021 e Fevereiro deste ano.

Este aumento deve-se às investidas dos insurgentes contra Nangade, Meluco, Macomia, arquipélago das Quirimbas e algumas regiões da província vizinha de Niassa.

O levantamento daquela agência da ONU feito em Janeiro e Fevereiro revela ainda que metade da população deslocada é constituída por crianças.

Uma nota de destaque é o facto de cerca de 75 por cento dos deslocados estarem em comunidades diversas, enquanto os restantes foram acolhidos nos campos de deslocados.

Pemba, com 152 mil pessoas, recebe o maior número de deslocados, enquanto Metuge acolhe 124 mil e Mueda 85 mil.

O mesmo relatório aponta a falta de comida e de instalações como as necessidades mais urgentes para dar uma melhor resposta aos deslocados.

Outras fontes apontam para 850 mil deslocados e cerca de quatro mil mortes desde que os insurgentes começaram os ataques contra Cabo Delgado em 2017.

Desde Junho de 2021, dois mil homens do Ruanda e dois mil da Comunidade para o Desenvolvimento da África do Sul ajudam as Forças de Defesa e Segurança de Moçambique a combater os terroristas ligados ao Estado Islâmico.

Fontes