Atentado no Paquistão mata pelo menos seis e fere brasileira

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Agência Brasil

2 de junho de 2008

Um atentado à bomba ao lado da Embaixada da Dinamarca em Islamabad, capital do Paquistão, matou pelo menos seis pessoas e deixou mais de vinte feridos – entre eles a brasileira Maria Nobre, que trabalhava no local como contadora. Ela foi levada ao hospital com ferimentos leves. As informações são da BBC Brasil.

O atentado ocorreu hoje (2) às 13h15 no horário local (3h em Brasília). Um carro-bomba estacionado ao lado do prédio da embaixada explodiu, atingindo casas vizinhas. A residência do embaixador brasileiro no Paquistão, Carlos Eduardo da Fonseca Costa, teve os vidros estilhaçados. O embaixador e sua esposa não se encontravam no local e nenhum morador ou funcionário da residência ficou ferido.

Vários outros prédios e casas nas imediações também foram danificados pela explosão, que pôde ser ouvida em boa parte da cidade. O prédio da Embaixada da Dinamarca está localizado em uma área nobre de Islamabad. Nos arredores do local da explosão havia estilhaços espalhados pelo chão e marcas de sangue na calçada.

Ainda não se sabe quem teria realizado o atentado, já que os principais grupos militantes do Paquistão declararam, recentemente, um cessar-fogo. A polícia técnica já iniciou as investigações, mas o governo paquistanês ainda não se pronunciou oficialmente sobre o atentado.

Islamabad foi palco de protestos contra a Dinamarca no passado, devido à publicação de charges polêmicas com o profeta Maomé em jornais dinamarqueses.



Fontes