Ataque suicida e homens armados matam 8 pessoas no Paquistão

15 de maio de 2022

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

Autoridades paquistanesas disseram que os ataques de militantes no noroeste do país mataram pelo menos oito pessoas, incluindo membros das forças de segurança, crianças e membros do grupo minoritário sikh.

O ataque mais mortal ocorreu no Waziristão do Norte, um distrito volátil na província de Khyber Pakhtunkhwa, matando três soldados e três crianças, segundo um comunicado militar. Ele disse que as crianças tinham idades entre 4 e 11 anos.

O distrito paquistanês faz fronteira com o Afeganistão e foi um centro de grupos terroristas até recentemente.

“As agências de inteligência estão investigando para descobrir sobre o homem-bomba e seus manipuladores/facilitadores”, disse a ala de mídia militar, a Inter Services Public Relations.

Separadamente, a polícia e testemunhas disseram que homens armados desconhecidos mataram dois lojistas sikhs em um tiroteio na capital da província, Peshawar. Os assaltantes conseguiram fugir após o tiroteio.

Não houve reivindicações imediatas de responsabilidade por nenhum dos ataques. O primeiro-ministro Shehbaz Sharif condenou a violência militante em um comunicado.

O grupo Estado Islâmico reivindicou anteriormente ataques à comunidade minoritária sikh.

Fontes