Após denúncias de tortura, afegãos pedem saída de tropas dos EUA do país

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Agência Brasil

18 de março de 2013

Brasília – Centenas de manifestantes realizaram um protesto, neste final de semana, contra a presença militar dos Estados Unidos no Afeganistão, no Parlamento, em Cabul, pedindo a saída das forças especiais norte-americanas da província de Wardack. Os protestos tiveram início após a divulgação de denúncias de que tanto os americanos na região quanto os afegãos que trabalham para eles estariam envolvidos em casos de desaparecimentos e torturas.

Em razão das denúncias, o presidente do Afeganistão, Hamid Karzai, ordenou a todos os comandos americanos que abandonem a província. Inicialmente o presidente deu um prazo até domingo passado para a retirada, mas Karzai voltou atrás e concordou em dar mais tempo para os líderes militares negociarem a saída dos norte-americanos com mais segurança.

A província de Wardak, próxima à capital, Cabul, é utilizada como uma rota de passagem para o transporte de bombardeiros e armas para a capital.

Fontes

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati