Antigo diretor do FBI diz que Rússia tentou interferir na campanha presidencial dos Estados Unidos

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Retrato de Comey

Agência VOA

8 de junho de 2017

O antigo diretor do FBI, a polícia de investigação dos Estados Unidos, James Comey, afirmou no Senado, nesta quinta-feira, 8, não ter dúvidas de que a Rússia tentou interferir na campanha eleitoral de 2016 que levou Donald Trump à presidência do país. Ele negou, porém, que Trump tenha tentado interromper a investigação.

Para Comey, a Rússia exerceu ingerência nas eleições mediante a invasão dos sistemas de computadores do Comitê Nacional do Partido Democrata. "Nenhuma [dúvida]", respondeu ao Comitê de Inteligência ao ser questionado sobre a interferência russa na disputa entre o republicano Trump e a democrata Hillary Clinton em 2016. No entanto, as informações que ele possuía não lhe permitem afirmar que o resultado da eleição foi manipulado.

Comey foi demitido em maio deste ano, pelo atual presidente americano Donald Trump, Trump alegou que a situação no FBI estava caótica.

Fontes

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via Google+ Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati