Antigo diretor do FBI diz que Rússia tentou interferir na campanha presidencial dos Estados Unidos

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Retrato de Comey

Agência VOA

8 de junho de 2017

O antigo diretor do FBI, a polícia de investigação dos Estados Unidos, James Comey, afirmou no Senado, nesta quinta-feira, 8, não ter dúvidas de que a Rússia tentou interferir na campanha eleitoral de 2016 que levou Donald Trump à presidência do país. Ele negou, porém, que Trump tenha tentado interromper a investigação.

Para Comey, a Rússia exerceu ingerência nas eleições mediante a invasão dos sistemas de computadores do Comitê Nacional do Partido Democrata. "Nenhuma [dúvida]", respondeu ao Comitê de Inteligência ao ser questionado sobre a interferência russa na disputa entre o republicano Trump e a democrata Hillary Clinton em 2016. No entanto, as informações que ele possuía não lhe permitem afirmar que o resultado da eleição foi manipulado.

Comey foi demitido em maio deste ano, pelo atual presidente americano Donald Trump, Trump alegou que a situação no FBI estava caótica.

Fontes

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati