Anthony Fauci pede maior esforço na luta contra o COVID-19

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

3 de fevereiro de 2021

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

O Dr. Anthony Fauci, o maior especialista em doenças infecciosas da América, disse em uma reunião virtual na sexta-feira que os esforços precisam ser acelerados para impedir a disseminação do COVID-19, especialmente agora que duas das vacinas são menos eficazes contra novas cepas do vírus.

"É realmente um alerta para que sejamos ágeis e nos adaptemos, pois esse vírus continuará a evoluir e sofrer mutações", alertou Fauci, diretor do Instituto Nacional de Alergia e Doenças Infecciosas (NIAID).

A conferência de sexta-feira teve como objetivo discutir dados sobre a eficácia da nova vacina da Johnson & Johnson (J&J). A farmacêutica disse que foi 66% eficaz na prevenção de casos moderados e graves de COVID-19 em geral, no entanto, informou que tem sido menos eficaz na África do Sul, onde uma nova cepa do vírus está se espalhando.

Na quinta-feira apareceram os primeiros casos dessa variante nos Estados Unidos, identificados em duas pessoas na Carolina do Sul. Fauci encorajou os americanos a serem vacinados o mais rápido possível.

"A melhor maneira de prevenir a evolução de um vírus é impedir que ele se replique, e isso é conseguido vacinando as pessoas o mais rápido possível", disse o proeminente cientista no briefing.

Fauci, que também é o principal conselheiro do presidente Joe Biden na luta contra o COVID-19, considerou a notícia da vacina adicional da J&J "realmente encorajadora".

Além disso, ele relatou que o governo Biden planeja começar a vacinar crianças no final da primavera ou no verão deste ano.

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit