Angolanos no Twitter pedem para governadora de Luanda sair

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

16 de março de 2021

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

A hashtag #pedepasair está popular nas últimas horas em Angola, depois de uma forte chuva ter inundado a capital angolana, Luanda, impedido pessoas e veículos de se movimentar.

A chuva, que é muitas vezes apelidada de "fiscal das obras públicas" em Luanda, desta vez veio levantar o que os luandenses há muito reclamavam, o excesso de lixo a céu aberto.

Carros ficaram submersos, com a carga de água que abalou a cidade, há a registar uma vítima mortal, uma senhora. Várias imagens de lixo a flutuar foram publicadas nas redes sociais.

No Twitter os internautas angolanos demonstraram a sua insatisfação criando uma série de hashtags dirigidas à governadora Joana Lina e ao Presidente da República, João Lourenço.

As hashtags #pedepasair e #voltapopartido estão a ser usadas nesses tweets, de crítica ao trabalho da governadora e exigindo que ela peça para deixar o cargo e se dedique ao partido MPLA (no poder).

Além disso, está a ser promovida uma manifestação espontânea, para sexta-feira, dia 19 de Março, convidando todos os luandenses a bater com panelas e tampas às 20h, nas janelas das suas casas, em solidariedade com a vítima mortal e contra a "má governação da cidade de Luanda".

Em poucas horas, no final desta terça-feira, 16 de Março, a hashtag #pedepasair foi vista mais de 107 mil vezes e com um engajamento de 4300 impressões.

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit