Angola e RDC vão criar mais um posto de fronteira

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

ANGOLA E CONGO

23 de julho de 2016

OS governos de Angola e da República Democrática do Congo (RDC) pretendem abrir um posto fronteiriço em Quiambata, Uíge e Kimpangu (Baixo Congo), depois de criadas as estruturas para os serviços aduaneiros, migratórios, fiscais e de Guarda-Fronteiras, bem como a implantação do Mercado de Quiambata, para o fomento do comércio fronteiriço, informou o chefe da unidade Antifraude da Administração Geral Tributária (AGT), Aníbal António Vuma, no final de um encontro entre as delegações dos dois países. Pierrette Mbombo, diretora da Brigadas e Lutas contra Fraude da Administração Aduaneira e Impostos da RDC, prevê que as trocas comerciais e a circulação de pessoas e de mercadorias na região vão ser "mais fáceis" e que poderão abrir caminho para diversificação da economia de ambos os países.


O acordo de Cooperação e Assistência Mútua, assinado em Novembro de 2014, prevê fortalecer a fiscalização, facilitar o fluxo do comércio internacional e gerir as infrações fiscais. Está previsto ainda estabelecer operações fronteiriças conjuntas e assegurar que a legislação aduaneira em vigor nos dois países é devidamente cumprida.

Fontes

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via Google+ Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati