Angola e RDC vão criar mais um posto de fronteira

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

ANGOLA E CONGO

23 de julho de 2016

OS governos de Angola e da República Democrática do Congo (RDC) pretendem abrir um posto fronteiriço em Quiambata, Uíge e Kimpangu (Baixo Congo), depois de criadas as estruturas para os serviços aduaneiros, migratórios, fiscais e de Guarda-Fronteiras, bem como a implantação do Mercado de Quiambata, para o fomento do comércio fronteiriço, informou o chefe da unidade Antifraude da Administração Geral Tributária (AGT), Aníbal António Vuma, no final de um encontro entre as delegações dos dois países. Pierrette Mbombo, diretora da Brigadas e Lutas contra Fraude da Administração Aduaneira e Impostos da RDC, prevê que as trocas comerciais e a circulação de pessoas e de mercadorias na região vão ser "mais fáceis" e que poderão abrir caminho para diversificação da economia de ambos os países.


O acordo de Cooperação e Assistência Mútua, assinado em Novembro de 2014, prevê fortalecer a fiscalização, facilitar o fluxo do comércio internacional e gerir as infrações fiscais. Está previsto ainda estabelecer operações fronteiriças conjuntas e assegurar que a legislação aduaneira em vigor nos dois países é devidamente cumprida.

Fontes

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati