Angola: Duas centenas de artistas participam no festival “Zwá: Pura Música Mangop”

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Agência VOA

4 de setembro de 2016

Duzentos e dezasseis artistas, 40 bandas, 40 concertos e quatro palcos, preencheram o festival “Zwá: Pura Música Mangop”, no âmbito da III Trienal de Luanda.

O evento que decorreu de 24 a 28 de Agosto, no Palácio de Ferro, na Baixa de Luanda, teve como objectivo a difusão da Música Popular Angolana e o intercâmbio entre os músicos da antiga e da nova geração.

A organização dá nota positiva ao evento, uma vez que foram ultrapassadas as expectativas, o que permitiu a união num único espaço de várias gerações de artistas, onde a celebração da música foi o denominador comum.

O Festival "Zwá: Pura Música Mangop", homenageou o músico e compositor Luís Martins “Xabanu”. Juntou-se à cerimónia os músicos Carlos Burity, Voto Gonçalves, Patrícia Faria, Alice Ferreira e Zeca Moreno. Os artistas Dulce Trindade (viola ritmo), Rufino Cipriano (teclado), Chico Santos (congas), João Diloba (bateria), Mogue Luzolo (viola baixo), Simão Nsingui “Teddy” (viola solo), Gregório Mulato e Zé Manico (voz back), asseguram a parte instrumental do evento.

A referida homenagem inseriu-se no quadro da valorização dos artistas que a III Trienal de Luanda tem vindo a desenvolver há já algum tempo, que consiste em prestar tributo às figuras que, incansavelmente, contribuíram e continuam a contribuir com o seu saber para a expansão da cultura angolana, sem medir esforços.

O festival, de carácter anual, é uma experimentação para a Bienal Internacional dos Sons Atlântico (BISA) que decorrerá, em 2018, em todas as capitais do mundo banhadas pelo Oceano Atlântico, segundo Fernando Alvim, Vice-Presidente da Fundação Sindika Dokolo.

Fonte

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati