Allback marca o gol 2000 no empate entre Inglaterra e Suécia

20 de junho de 2006

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

Em um dos jogos mais esperados da primeira fase da Copa do Mundo de 2006, a Inglaterra empatou em 2 a 2 com a Suécia em um jogo emocionante, marcado pelo ótimo segundo tempo e o gol nº 2000, marcado pelo sueco Allback. Esperave-se que as duas equipes "enrolassem" e empatassem, resultado que classificava ambas para as oitavas-de-final, mas a cofirmação da Alemanha de que enfrentaria o segundo colocado - neste caso a Suécia - fez os nórdicos pressionarem em busca da vitória. A Inglaterra já estava classificada após vencer Paraguai e Trinidad (estas duas equipes já estavam eliminadas e cumpriram tabela, no jogo vencido pelos paraguaios por 2 a 0) e só decidiria a ordem das vagas. A Suécia ainda tinha chances de perder a vaga para Trinidad, mas o gol contra marcado pelo zagueiro trinitário Sancho facilitou a situação sueca. Agora a Inglaterra enfrenta o Equador, segundo colocado, e a Suécia a dona da casa Alemanha, que está embalada após passar pelos equatorianos por 3 a 0. O jogo dos ingleses ocorreu em Colônia às 21:00 locais (UTC-2).

O jogo

Considerado um dos melhores jogos da terceira rodada e até da primeira fase, ingleses e suecos começaram o jogo procurando ganhar para escapar da anfitriã Alemanha. A Suécia não fez um bom primeiro tempo e deixou um grande buraco entre sua zaga e meio, facilitando chutes de fora da área da representação britânica. Esta foi a grande arma dos ingleses neste tempo, e salvo alguns passes longos para Rooney (semi-recuperado) que estava bem marcado, quase todos os chutes foram de fora da área, em boas oportunidades de Lampard e Joe Cole. Aliás, foi desta maneira que o gol nº 998 foi marcado. Beckham cruza na área e a defesa sueca afasta; a bola quica no chão e Joe Cole mata no peito, e sem deixar cair, mete uma patada na bola que sobe com efeito enganando o goleiro sueco e caindo no ângulo, abrindo 1 a 0. A Inglaterra exerce mais alguma pressão depois do gol e permite a Suécia chegar, mas com inefeciência.

O segundo começa completamente diferente. A Suécia volta mais objetiva e em busca do empate, e o que quer que tenha sido discutido no vestiário, apostando em jogadas ensaiadas em escanteios. A conversa surte efeito e após escanteio cobrado pelos suecos aos 4 minutos, Allback sobe sozinho no primeiro pau para empatar, marcando o gol nº 2000 das Copas (o nº 1000 havia sido marcado pelo holandês Roseenbrick na Copa do Mundo de 1978). A postura sueca é muito diferente e os escandinavos pressionam na principal arma dos ingleses: o cruzamento. Kallstrom e Larsson mandam bolas na trave. A Inglaterra passa a ser dominada pelos suecos até que Eriksson põe Gerrard no lugar de Rooney. Em um contra-ataque inglês, Joe Cole vê Gerrard sozinho na área e cruza na cabeça do meia do Liverpool, que põe o England Team de novo na frente. A Suécia não se intimida e após cobrança de lateral na área, Larsson aproveita da falha da zaga inglesa e do goleiro Paul Robinson para deslocar a bola para o empate aos 47 minutos. A partida termina com um resultado justo e duas etapas diferentes; a Inglaterra mandou no ar no primeiro tempo, mas os suecos tiveram incrível mudança em seu modo de jogar no segundo, quase virando a partida nos escanteios. Agora as duas equipes esperam pelas oitavas; um Alemanha vs. Inglaterra seria no mínimo, um desperdício.