Alemanha vence Costa Rica em partida de muitos gols na abertura da Copa 2006

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Alemanha Costa Rica
Primeira Fase - Grupo A · Estádio da Copa do Mundo FIFA (Munique)
09/Jun/2006 · 18:00 (-2 UTC)
Público: 66000
Árbitro: Horácio Helizondo (ARG)
Assistentes: Dario Garcia (ARG), Rodolfo Otero (ARG)
Flag of Germany.svg
4 - 2
(2 - 1)
Flag of Costa Rica.svg

Lahm 6', Klose 17' 61', Frings 87'

Wanchope 12' 73'

1-Lehmann (G)
3-Friedrich
7-Schweinsteiger
8-Frings
11-Klose (10-Neuville 79')
16-Lahm
17-Mertesacker
18-Borowski (5-Kehl 72')
19-Schneider (22-Odonkor 91')
20-Podolski
21-Metzelder
Predefinição:Time da Costa Rica1
Técnico: Klinsmann Técnico: Alexandre Guimarães
cartões amarelos: Danny Fonseca 30' cartões amarelos: nenhum



9 de junho de 2006

A Alemanha não decepcionou seus torcedores e venceu na sua estréia da Copa do Mundo 2006. O jogo que abriu a Copa começou às 16:00 UTC e, ao contrário de outros jogos de abertura, teve muitos gols. O placar final foi Alemanha 4 X 2 Costa Rica.

A seleção alemã foi melhor durante todo o jogo, facilitada pela fragilidade da equipe da Costa Rica. Os alemães sem mostrar nada de novo, foram eficientes e mostraram maior domínio dos fundamentos do esporte do que os costa-riquenhos. O ponto forte dos alemães foram os chutes fortes e precisos a longa distância. O ponto fraco ficou por conta da defesa, que foi surpreendida nos contra-ataques e permitiu que a Costa Rica marcasse seus gols em duas das pouquíssimas chances que teve para chutar contra a meta alemã.

O jogo

Escalação inicial (branco: Alemanha; vermelho: Costa Rica, clique para ampliar).

Primeiro tempo

O primeiro tempo começou com os alemães bastante motivados no ataque. A Costa Rica tentava, mas não levava perigo para os alemães. Aos 6 minutos Lahm, num chute forte de longa distância, acertou o ângulo do gol do costa-riquenho Porras e fez o primeiro gol da Copa, para a Alemanha.

O jogo parecia que ia ser fácil para a Alemanha, mas a Costa Rica deu um pequeno susto. Por volta dos 10 minutos, o atacante costa-riquenho Wanchope num contra-ataque ficou sozinho enquanto a defesa alemã parou na esperança de ver marcado um impedimento e empatou o jogo: 1 X 1.

Porém, a Costa Rica, que ficava a maior parte do tempo na defesa, não conseguiu resistir à pressão dos alemães e por volta dos 16 minutos o jogador alemão Klose aproveitou um cruzamento e chutou de forma indefensável contra a meta de Porras: 2 X 1 para a Alemanha.

O restante do primeiro tempo continuou com os alemães a pressionar, já não com tanta força, e com a Costa Rica a fazer o que era possível no contexto da partida.

Segundo tempo

O segundo tempo não foi muito diferente do primeiro. A Alemanha melhor, ficava a maior parte no ataque, enquanto que a Costa Rica se defendia e tentava surpreender nos contra-ataques.

Aos 16 minutos novamente Klose aproveitou um rebote de um chute forte contra a meta de Porras e fez: 3 X 1.

Quando o jogo parecia já estar definido para os alemães, os costa-riquenhos surpreenderam e num contra-ataque aos 27 minutos, o atacante Wanchope, aparentemente na mesma linha com os alemães, num lance que foi quase que uma repetição do primeiro gol da Costa Rica, diminuiu: 3 X 2.

O gol da Costa Rica não alterou muito o clima do jogo. A Alemanha dominava a partida e aos 41 minutos confirmou o favoritismo: num chute forte de longa distância, Frings decretou o placar final e fez 4 X 2 para a Alemanha.


Desporto
Este artigo descreve um evento desportivo acompanhado ao vivo pelo colaborador. Eventos desportivos acompanhados pelos colaboradores não precisam de fontes especificadas.