Advogados do Brasil e da França discutem formas de cooperação na área do direito

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

10 de novembro de 2014

Brasil

Advogados brasileiros e franceses discutem hoje (10) e amanhã (11) formas de cooperação na área do direito. Chamado Campus, o evento é promovido pela Ordem dos Advogados de Paris todo ano, e, em 2014, tem sua maior edição no Rio de Janeiro. Entre os temas em pauta, estão protecionismo, direito trabalhista, a nova Lei Anticorrupção e meio ambiente.

Ao abrir o evento nesta manhã, o presidente da Ordem dos Advogados de Paris, Pierri-Olivier Sur, destacou que os dois países seguem a tradição do direito continental europeu e destacou que o Brasil tem a maior ordem de advogados entre os países com essa formação: "Temos hoje a consciência de que somos embaixadores dos nossos países pelo veículo do direito."

Já o vice-presidente da ordem, Laurent Martinet, lembrou que Brasil e França passam por um momento em que acelerar o crescimento econômico é uma das principais preocupações da sociedade e dos governos. "O direito também é um fator de interfere na economia e na política. É um fator de crescimento econômico."

O presidente da Comissão de Relações Internacionais da Ordem dos Advogados do Brasil no Rio de Janeiro (OAB-RJ), Rodrigo Loureiro, disse que a presença francesa fez parte da formação do Brasil e fez com que se tornasse um país mais preparado para seu papel no cenário internacional. "A civilização francesa legou a todos nós uma base de valores universais e de conhecimentos", ressaltou, referindo-se aos valores iluministas da igualdade, liberdade e fraternidade, e à divisão da República em três poderes e aos direitos humanos.

Amanhã (11), o ministro do Supremo Tribunal Federal Gilmar Mendes participara da mesa sobre o controle de constitucionalidade da lei.

Fontes

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via Google+ Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati