Advogados do Brasil e da França discutem formas de cooperação na área do direito

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

10 de novembro de 2014

Brasil

Advogados brasileiros e franceses discutem hoje (10) e amanhã (11) formas de cooperação na área do direito. Chamado Campus, o evento é promovido pela Ordem dos Advogados de Paris todo ano, e, em 2014, tem sua maior edição no Rio de Janeiro. Entre os temas em pauta, estão protecionismo, direito trabalhista, a nova Lei Anticorrupção e meio ambiente.

Ao abrir o evento nesta manhã, o presidente da Ordem dos Advogados de Paris, Pierri-Olivier Sur, destacou que os dois países seguem a tradição do direito continental europeu e destacou que o Brasil tem a maior ordem de advogados entre os países com essa formação: "Temos hoje a consciência de que somos embaixadores dos nossos países pelo veículo do direito."

Já o vice-presidente da ordem, Laurent Martinet, lembrou que Brasil e França passam por um momento em que acelerar o crescimento econômico é uma das principais preocupações da sociedade e dos governos. "O direito também é um fator de interfere na economia e na política. É um fator de crescimento econômico."

O presidente da Comissão de Relações Internacionais da Ordem dos Advogados do Brasil no Rio de Janeiro (OAB-RJ), Rodrigo Loureiro, disse que a presença francesa fez parte da formação do Brasil e fez com que se tornasse um país mais preparado para seu papel no cenário internacional. "A civilização francesa legou a todos nós uma base de valores universais e de conhecimentos", ressaltou, referindo-se aos valores iluministas da igualdade, liberdade e fraternidade, e à divisão da República em três poderes e aos direitos humanos.

Amanhã (11), o ministro do Supremo Tribunal Federal Gilmar Mendes participara da mesa sobre o controle de constitucionalidade da lei.

Fontes

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati