Acre repassa R$ 2,4 milhões para alavancar produção de cooperativas e associações rurais

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

3 de maio de 2021

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

Fomentar a produção agrícola tem sido um dos pilares da gestão de Gladson Cameli. Nesta segunda-feira, 3, mais um importante avanço foi consolidado para impulsionar o agronegócio no Acre. O governo do Estado, por meio da Secretaria de Indústria, Comércio e Tecnologia (Seict), fez o repasse de R$ 2,4 milhões para cinco cooperativas e associações rurais.

A ação governamental beneficia cerca de 500 famílias dos municípios de Cruzeiro do Sul, Brasileia, Bujari e Senador Guiomard, que trabalham nas cadeias produtivas da fruticultura, mandiocultura, horticultura e avicultura. Com estes recursos, as cooperativas e associações terão condições de modernizar sua forma de produção, além de investir na aquisição de materiais e máquinas agrícolas e implantação de agroindústrias.

Para o presidente da Associação dos Produtores Rurais Três Fronteiras, Francisco Oliveira, a chegada do recurso será fundamental para alavancar a produção e melhorar a renda familiar dos associados. Fundada há cinco anos, esta é a primeira vez que a entidade localizada no Projeto de Assentamento Walter Acer, no Bujari, recebe ajuda financeira estatal com o objetivo de estimular o aumento da produtividade.

“Com esse apoio do governo, o desenvolvimento vai chegar em nossa comunidade e as famílias terão melhoria na qualidade de vida. Esse dinheiro será muito importante para fazermos a aquisição de máquinas, trator agrícola, um caminhão, e construção de um galpão para fazermos o manuseio dos nossos produtos e dar as condições para receber os nossos clientes”, afirmou.

Sebastião Oliveira, presidente da Cooper Farinha, também comemorou o investimento destinado para a cooperativa cruzeirense. Ele aproveitou para agradecer o empenho do governo do Estado por valorizar a agricultura familiar e fortalecer ainda mais a já reconhecida tradicional produção de farinha no Vale do Juruá.

“Essa ajuda chega em boa hora e gostaria de dar o meu muito obrigado ao governo por olhar para os pequenos produtores. Com esse recurso, vamos melhorar nossa estrutura e garantir que a melhor farinha do Brasil continue sendo produzida aqui no Acre”, declarou Oliveira.

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit