Acordos geram economia de quase R$ 112 milhões para o Governo de Minas

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

7 de junho de 2021

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

O governo de Minas Gerais economizou 111,9 milhões de reais no ano passado. Esse valor equivale a um desconto médio de aproximadamente 400 milhões de reais reservado pelo governo para 2.047 credores interessados, perdendo 28% do valor devido em troca do acesso antecipado ao crédito.

Sobre esses acordos foi encaminhado relatório ao Juiz Gilson Lemes, Presidente do Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais (TJMG), e ao advogado-geral do Estado Sérgio Pessoa. Na negociação do convênio firmado com a Central de Conciliação de Precatórios do TJMG, o percentual de redução do crédito variou de 25% a 40%.

"Trata-se de um êxito alcançado em razão da parceria entre o Governo do Estado e o Tribunal de Justiça, e de um compromisso com a liquidação dos julgados, efetivando o pagamento destes precatórios. Traduz a política do governador Romeu Zema e a do presidente do Tribunal de Justiça no compromisso do pagamento efetivo destes valores", destaca o advogado-geral do Estado, Sérgio Pessoa.

O presidente do TJMG, Gilson Lemes, parabeniza o Estado. "Isso mostra a disposição do Tribunal em atender aos jurisdicionados e estabelecer uma forma mais rápida, mais segura de pagamento dos precatórios", afirma.

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit