Acordo entre Mercosul e União Europeia é desafio, diz chanceler paraguaio

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Agência Brasil

15 de julho de 2015

O ministro de Relações Exteriores do Paraguai, Eladio Loizaga, disse hoje (15) que a negociação do acordo de livre comércio entre o Mercosul e a União Europeia (UE) será um grande desafio no período em que o país exercerá a presidência pro tempore do bloco sul-americano. Na sexta-feira (17), a presidenta Dilma Rousseff transmitirá a função ao presidente paraguaio, Horacio Cartes, durante a 48ª Cúpula do Mercosul.

“Temos um grande desafio que são as negociações com a União Europeia. Vamos ter uma reunião [dos negociadores] do Mercosul no mês de agosto e posteriormente com a União Europeia para ver se no último trimestre podemos avançar”, afirmou Loizaga, após reunião com o chanceler brasileiro, Mauro Vieira.

No momento, os dois lados montam uma lista de quais produtos poderão ter tarifa zerada. A apresentação das ofertas comerciais deverá ocorrer no último trimestre deste ano. A apresentação tem que ser simultânea e chegou a ser negociada em 2013 e 2104, mas não prosperou.

A cúpula do Mercosul começa amanhã (16) com a reunião do Conselho do Mercado Comum, que terá a presença dos chanceleres dos Estados-Partes e Associados e continua na sexta-feira, com a participação dos chefes de Estado.

“O Mercosul é muito importante em termos econômicos e nós, nessa cúpula, vamos dar novos passos no sentido da integração total e da consolidação da união aduaneira”, destacou Vieira. Segundo ele, a renovação do Fundo de Convergência Estrutural do Mercosul (Focem) também será um dos itens da agenda regional.

Fonte

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati