Aécio critica Dilma e Marina

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Brasil • 3 de setembro de 2014

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

O candidato do PSDB à presidência da república, Aécio Neves, deu entrevista coletiva e criticou suas principais opositoras na disputa eleitoral. Ele acusou Dilma Roussef de improviso e Marina Silva de incoerência: "O improviso não é o melhor conselheiro. Estamos vendo, de um lado, um governo que reage aos índices das pesquisas alterando suas convicções, o que não é bom – age até com certo desespero – e que vai perder as eleições. E, do outro lado, o que eu vejo é uma candidatura que mais se assemelha a uma metamorfose ambulante, que altera suas convicções ao sabor das circunstâncias".

Ele também disse que Brasil tem que saber em qual Marina vai votar, pois a Marina de 2010 não atacou o PT e não ajudou o PSDB a derrotá-lo, enquanto a Marina de 2014 condena violentamente o partido de Dilma. Aécio ainda declarou que o capítulo de direitos humanos do programa de governo de sua adversária, Marina Silva (PSB), é uma cópia do Plano Nacional de Direitos Humanos (PNDH) feito em 2002, durante o governo de Fernando Henrique Cardoso. Para finalizar, ele afirmou que, após o acidente que matou Eduardo Campos, existe uma nova campanha e convocou os militantes do PSDB para esta fase diferenciada da competição.

Fontes[editar | editar código-fonte]