187 suspeitos são presos no Rio Grande do Norte por onda de ataques

Fonte: Wikinotícias

25 de março de 2023

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

187 suspeitos por ataques no Rio Grande do Norte já foram presos, informaram autoridades à frente das investigações. 43 armas de fogo, 148 artefatos explosivos e 33 galões de combustíveis também foram apreendidos.

A onda de crimes começou no dia 14 passado, com incêndios e tiros contra prédios públicos, veículos, comércio e até residências. Ao todo, 300 ataques foram registrados no estado, em ações de retaliação às condições nos presídios, incluindo a custódia dos presos, apontam as investigações.

Bens apreendidos serão usados para reconstrução

Um acordo entre o Governo do RN, a Federação dos Municípios do RN e a Receita Federal permitirá que bens apreendidos sejam usados para compensar os prejuízos de prefeituras e cidadãos. Entre estes bens estão veículos, computadores, móveis e até medicamentos.

A governadora Fátima Bezerra falou com o Ministro da Fazenda, Fernando Haddad, que incentivou a ideia. “De pronto o superintendente da Receita Federal assumiu o compromisso de usar todos os esforços disponíveis na Receita estiver para ajudar o Rio Grande do Norte, com vistas a repor os danos", disse a governadora, enfatizando ainda que "é o sentimento de compromisso com a coletividade, de espírito público. O que nos move aqui são os anseios legítimos e os interesses do povo do RN. Um momento como este exige mais ainda desse espírito de solidariedade e de cooperação federativa”.

Fontes