Índios encontram aeronave desaparecida na Amazônia

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Agência Brasil

30 de outubro de 2009

A Força Aérea Brasileira (FAB) confirmou há pouco a localização da aeronave Caravan C-98 que estava desaparecida desde a manhã de ontem (29). Segundo a Fundação Nacional de Saúde (Funasa), 9 das 11 pessoas que estavam na aeronave sobreviveram.

A aeronava levava funcionários da Funasa para aldeias indígenas no interior da Amazônia, onde fariam um trabalho de imunização com vacinas. Eles estavam realizando esse trabalho há 15 dias. Segundo a FAB, a aeronave estaria levando os funcionários de volta pra casa.

O Comando da Aeronáutica havia anunciado há pouco que índios da tribo Matis disseram à Fundação Nacional do Índio (Funai) que encontraram, na manhã de hoje (30), a aeronave.

De acordo com a Aeronáutica, a aeronave estaria na Floresta Amazônica, entre as Aldeias Aurélio (da Tribo dos Matis) e Rio Novo (da Tribo dos Murugos), próximo ao Rio Ituí, afluente do Rio Javari.

Uma operação de resgate, com a ajuda dos índios, foi iniciada de imediato, segundo o secretário de Planejamento do município de Atalaia do Norte (AM), João Bosco Lopes. Na localidade onde o avião foi encontrado, a única presença humana é das comunidades indígenas. Para orientar os indígenas que se dispuseram a ajudar em Atalaia, funcionários da Funasa e Funai estão em contato - por rádio - desde o início da manhã de hoje com as aldeias da região.

Mais cedo, a FAB e a Funasa divulgaram o nome dos ocupantes do avião:

Tripulação
  • Primeiro-tenente Carlos Wagner Ottone Veiga
  • Segundo-tenente José Ananias da Silva Pereira
  • Suboficial Marcelo dos Santos Dias
  • Primeiro-sargento Edmar Simões Lourenço
Passageiros (funcionários da Funasa)
  • Diana Rodrigues Soares
  • João de Abreu Filho
  • Marcelo Nápoles de Melo
  • Maria das Dores Silva Carvalho
  • Maria das Graças Rodrigues Nobre
  • Marina de Almeida Lima
  • Jositéia Vanessa de Almeida


Fontes

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via Google+ Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati