Áster: conheça a flor que tem 90 milhões de visualizações por dia na Wikipedia

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

13 de fevereiro de 2021

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram
A imagem da Áster de Nova Iorque que tem atraído 92 milhões de acessos por dia à Wikimedia Commons

"Nós a invejamos", escreveu a revista brasileira Superinteressante em seu website na matéria intitulada "A flor que está atraindo 90 milhões de visualizações por dia na Wikipédia" para explicar que a flor Áster de Nova Iorque tem sido a responsável por milhões de acessos, principalmente da Índia, à Wikimedia Commons desde junho passado. "Segundo dados da Wikimedia, o burburinho em torno da flor começou em junho de 2020. Antes disso, a imagem recebia não mais do que algumas centenas de acessos por dia. A partir do dia 9, contudo, o número de visualizações cresceu para 2 mil. No dia seguinte, 15 mil. Ao final do mês, a flor já ganhava mais de 15 milhões de acessos diários", explicou a publicação.

O assunto, antes da matéria da Super, chegou a ser discutido no fórum Phabricator, da Wikimedia, com o título "Investigue o padrão incomum de tráfego de mídia para AsterNovi-belgii-flower-1mb.jpg no Commons". Foi neste fórum que usuários levantaram a hipótese de um um aplicativo indiano seria o responsável pelo "padrão incomum", uma vez que provavelmente estaria usando a flor - e o link - como tela inicial.

Dito e feito: era um aplicativo de chat/mídia social popular usado na Índia. Segundo a Super, "a Wikimedia, contudo, não revelou qual. Até o último dia 8, a florzinha ainda contabilizava 92 milhões de acessos diários", acrescentando que invejava a flor, já que seu website tinha "apenas" cerca de 518 mil visualizações por dia.

A Wikimedia, através do Phabricator, comunicou que iniciou o contato com os desenvolvedores do aplicativo e aguarda uma resposta, mas, dado o volume de pedidos, decidiu proibir esses pedidos específicos até que o problema seja resolvido.

A flor

A flor em questão é uma Symphyotrichum novi–belgii, ou áster de Nova York, da mesma família das margaridas – tanto que também é conhecida como margarida-de-São-Miguel. Ela é encontrada em campos e regiões úmidas do leste do Canadá e nordeste dos EUA.

Saiba mais sobre a família Asteraceae na Wikispecies.

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit