Zelensky pede punição pela invasão da Ucrânia pela Rússia

22 de setembro de 2022

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

O presidente ucraniano Volodymyr Zelensky disse no dia 21 que a invasão da Ucrânia pela Rússia deve ser "justamente punida".

O presidente Zelensky fez essa declaração em um discurso em vídeo à Assembleia Geral da ONU no mesmo dia, exigindo a criação de um tribunal especial de crimes de guerra para os supostos crimes de guerra da Rússia.

Ao mesmo tempo, ele propôs medidas para restaurar a paz, incluindo mais apoio militar da comunidade internacional à Ucrânia e punição para a Rússia.

Zelensky destacou que a ordem de mobilização emitida pelo presidente russo Vladimir Putin mostra que a Rússia não leva a sério as negociações de paz.

Ele também enfatizou que o estabelecimento de um tribunal especial ajudaria a responsabilizar a Rússia por tomar território e matar pessoas.

Enquanto isso, a Ucrânia e a Rússia concordaram em uma troca em larga escala de prisioneiros de guerra.

Segundo a BBC britânica, segundo o acordo mediado pela Arábia Saudita, a Ucrânia receberá 215 prisioneiros de guerra e entregará 55 à Rússia.

Fontes[editar | editar código-fonte]