Vôlei: Itália supera Brasil e leva título inédito na Liga das Nações

17 de julho de 2022

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

Nesse domingo (17), a Itália não deu chance ao Brasil de vencer a inédita final da Liga das Nações de Voleibol Feminino por 3 a 0 (25-23, 25-22, 25-22) contra o time de José Roberto Guimarães em Ancara, na Túrquia. O Vice-Campeonato encerrou uma campanha que superou as expectativas do Brasil, com muitas jovens no elenco.

A jovem estrela italiana Paola Egonu, de 23 anos, fez 21 pontos e foi o destaque do jogo e do campeonato, sendo eleita MVP da final, mas Caterina Bosetti, Anna Danesi, Elena Pietrini e Cristina Chirichella somaram sete pontos cada, lideradas pela levantadora Alessia Orro.

A cartilha para os três jogos foi semelhante: a Itália abriu o ataque no meio de cada jogo e, no jogo final, o Brasil equilibrou a ação, mas não o suficiente para vencer. A distribuição de pontos entre as duas equipes é bem equilibrada, com a maior diferença sendo a precisão ofensiva da Itália: converteu 50 pontos contra 41 do Brasil.

A derrota na final foi apenas a terceira do Brasil na temporada (estranhamente, as outras duas aconteceram contra a Itália na primeira fase). O vice-campeonato foi a terceira corrida consecutiva do país na Liga das Nações, que substituiu o antigo Grande Prêmio de 2018, sendo o Brasil o maior vencedor com 12 vitórias.

Fontes