Rainha Elizabeth morre durante as férias de verão na Escócia

8 de setembro de 2022

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

O Palácio de Buckingham anunciou por volta das 18h30min de hoje, em horário local, que a Rainha Elizabeth II havia morrido "pacificamente" no Castelo de Balmoral, Escócia, onde ela estava passando sua tradicional temporada de verão. O Palácio havia divulgado um inesperado comunicado pouco antes do meio-dia informando que "os médicos da rainha estão preocupados com a saúde de Sua Majestade e recomendaram que ela permaneça sob supervisão médica".

Logo em seguida, jornalistas especializados passaram a reportar no Twitter que o Príncipe William e os filhos da Rainha, Andrew e Edward, acompanhado da esposa Sophie, estariam voando para Balmoral, onde o Príncipe Charles, sua esposa Camilla e a Princesa Anne já estavam. Também teria viajado às pressas o Príncipe Harry, sem sua esposa Meghan Markle, que ficou em Windsor - o casal, que vive nos Estados Unidos, estava, por acaso, na Inglaterra para atender a alguns compromissos privados.

Problema de saúde inesperado

Apesar de sofrer de problemas de mobilidade nos últimos meses, que a impediram de atender algumas atividades, anteriormente o Palácio não havia feito qualquer anúncio oficial em seu portal e redes sociais, o que levantou sérias preocupações sobre as condições da Rainha Elizabeth, que tinha 96 anos de idade.

O grave problema de saúde foi, portanto, inesperado, já que ela ainda empossou Liz Truss, a nova primeira-ministra, há dois dias, aparecendo em boas condições de saúde e sorridente.

Rei Charles emite comunicado

Pouco mais de 30 minutos após o anúncio da morte, Charles emitiu um comunicado, seu primeiro como Rei, onde se lê: "este é um momento de grande tristeza para mim e minha família. Estamos de luto por uma soberana estimada e uma mãe amada (...) e somos confortados por saber o quanto ela respeitada e profundamente querida".

Notícias Relacionadas

Fontes