Parlamento suíço discute exportação de armas

Fonte: Wikinotícias

7 de fevereiro de 2023

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

A Suíça está perto de romper com uma tradição de séculos como um estado neutro, já que os sentimentos pró-ucranianos permeiam os setores público e político, pressionando o governo a acabar com a proibição das exportações de armas suíças.

Sob a neutralidade suíça, que remonta a 1815 e consagrada por tratado em 1907, a Suíça não enviará armas direta ou indiretamente a combatentes em uma guerra.

Os legisladores estão divididos sobre o assunto.

“Queremos ser neutros, mas fazemos parte do mundo ocidental”, disse Thierry Burkart, líder do partido de centro-direita FDP, que apresentou uma moção ao governo para permitir a reexportação de armas para países com valores democráticos semelhantes.

Fontes