Países Baixos: castelo histórico servirá de moradia para refugiados ucranianos

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.

21 de abril de 2022

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

Vista da área de trás do castelo

Het Oude Loo, um castelo dos Países Baixos construído nos anos 1400, foi restaurado e a partir da semana que vem será o lar de refugiados ucranianos que tiveram que deixar seu país após a invasão russa. Trinta e duas pessoas ficarão hospedadas no local - quinze mulheres, doze crianças e cinco homens - anunciou a Casa Real (Koninklijk Huis) nas redes sociais ontem.

A iniciativa é um acordo feito pelo Rei Willelm-Alexander, como o inquilino do castelo, o Serviço da Casa Real, a Agência Imobiliária do Governo Central, como a proprietária, a Agência Central de Recepção de Requerentes de Asilo, a província de Gelderland e a cidade de Apeldoorn.

O jardim que circunda o local e que abre anualmente durante a primavera para visitação pública, segundo o anúncio, ficará fechado este ano para oferecer "privacidade aos novos residentes".

Fontes