Líderes mundiais apoiam pausa nos combates entre Israel e Hamas

Fonte: Wikinotícias

22 de novembro de 2023

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

Diversos líderes mundiais parabenizaram a pausa temporária nos combates entre Israel e Hamas.

O presidente dos EUA, Joe Biden, expressou seu agradecimento ao xeque Tamim bin Hamad Al-Thani, do Catar, e ao presidente Abdel-Fattah El-Sisi, do Egito, por ajudarem a mediar o acordo. Biden elogiou “o compromisso” do primeiro-ministro israelita, Benjamin Netanyahu, pela breve interrupção dos combates “para garantir que este acordo possa ser plenamente executado e para assegurar a prestação de assistência humanitária adicional para aliviar o sofrimento das famílias palestinas inocentes em Gaza”.

O chefe de política externa da União Europeia, Josep Borrell, saudou o acordo Israel-Hamas e apelou à libertação de todos os reféns detidos pelo Hamas.

“A pausa humanitária deve ser aproveitada para fornecer o máximo de ajuda urgentemente necessária possível aos civis que enfrentam a guerra devastadora em Gaza”, disse Borrell num comunicado.

O secretário-geral da ONU, Antonio Guterres, classificou o acordo como um “passo na direção certa”.

“As Nações Unidas mobilizarão todas as suas capacidades para apoiar a implementação do acordo e maximizar o seu impacto positivo na situação humanitária em Gaza”, afirmou uma declaração de Farhan Haq, porta-voz adjunto do Secretário-Geral.

A ministra das Relações Exteriores da França, Catherine Colonna, também saudou o acordo, dizendo à France Inter Radio que o país espera que os cidadãos franceses estejam entre os libertados.

Na Rússia, o porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, classificou o acordo como a “primeira boa notícia” em muito tempo em relação ao conflito.

O secretário dos Negócios Estrangeiros britânico, David Cameron, saudou o acordo como “um passo crucial para fornecer ajuda às famílias dos reféns e resolver a crise humanitária em Gaza”.

Fontes[editar | editar código-fonte]