Investigação: 400 mil podem ter sofrido abuso sexual por parte do clero espanhol e de leigos

Fonte: Wikinotícias

29 de outubro de 2023

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

Estima-se que cerca de 400 mil pessoas tenham sofrido abusos sexuais por parte do clero católico e de leigos espanhóis, de acordo com uma comissão independente.

Pelo menos metade das vítimas podem ter sido crianças, afirma o relatório de quase 800 páginas divulgado na sexta-feira ao presidente da câmara baixa do parlamento espanhol e depois aos repórteres.

Conduzida pelo Provedor de Justiça da Espanha, Angel Gabilondo, que disse que a Igreja muitas vezes minimizou ou negou os relatos de abusos feitos pelas pessoas, a primeira investigação oficial da Espanha sobre abusos sexuais cometidos por membros do clero ou outras pessoas ligadas à Igreja Católica no país foi elaborada a partir de uma pesquisa baseada em 8.000 pessoas. respostas válidas por telefone e on-line.

De acordo com a Associated Press, a sondagem revelou que 1,13% dos adultos espanhóis interrogados afirmaram ter sido abusados ​​quando crianças por padres ou por membros leigos da igreja, incluindo professores em escolas religiosas. Destes, 0,6% identificaram os seus agressores como membros do clero.

Segundo essas estimativas, mais de 1 em cada 200 espanhóis pode ter sido abusado sexualmente por padres da Igreja Católica, sugere a pesquisa.

Fonte