Estados Unidos oferecem apoio ao Paraguai no combate à pandemia

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

15 de março de 2021

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

O secretário de Estado, Antony Blinken, ofereceu ao Paraguai o apoio dos Estados Unidos para combater a pandemia de COVID-19 em uma ligação no domingo ao presidente Mario Abdo Benítez.

O texto atribuído ao porta-voz Ned Price sobre a conversa, surge após grandes protestos em Assunção na semana passada por falta de medicamentos e leitos hospitalares em meio a um aumento nos casos de coronavírus no Paraguai.

“O Secretário de Estado Antony J. Blinken falou hoje com o Presidente do Paraguai, Mario Abdo Benítez. O Secretário reiterou o apoio dos Estados Unidos ao povo paraguaio em sua luta contra o impacto da pandemia global de COVID-19 e descreveu os para ajudar", disse o comunicado.

Também indicou que Blinken "destacou a importância da liberdade de expressão, das manifestações pacíficas e do Estado de Direito nas sociedades democráticas e condenou os recentes atos de violência".

Os protestos começaram pacificamente, mas ocorreram atos de violência em que a polícia respondeu com gás lacrimogêneo e balas de borracha, enquanto a oposição exige a renúncia de Abdo.

Na conversa, Blinken "destacou a importância de continuar a trabalhar com parceiros regionais e globais democráticos, incluindo Taiwan, para superar esta pandemia global, combater a corrupção e aumentar a transparência e a responsabilidade".

O Paraguai manteve as infecções por COVID-19 sob controle durante a maior parte do ano passado, mas os casos dispararam desde setembro e não conseguiram obter muitas vacinas.

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit